Chats To Luel <3
Aqui estão histórias e chats inspirados nos nossos sonhos, de nos sentirmos mais próximos do nosso príncipe. Venha sonhar também.
Home ask Envie sua ideia Chats
C4-pacitada©
1 2 3

Amooooooors ja to aqui chorando me preparando pro fim do chat :”) ta pertinho… mais tarde volto e acho q posto todas as partes… preparem-se ♥
#LuanSantana #bomdia @luansantana


Olha a touquinha que o Caio ganhou, vai ficar estiloso que nem o @luansantana meus bebês ♥_♥

#LuanSantana #Caio #bebês #touca


AMOR E ODIO - PARTE 32

  • Davi ja tava no apartamento e logo ia ter alta. Eu aproveite meus ultimos dias na casa de Pam. Tia Ana me aconselhou bastante e mudei temporariamente pra casa de Luan no dia em que Davi teve alta.
  • Dona Marizete deve ter conversado muito com Luan, ele tava bem mais calmo pro meu lado, chegava ate ser carinhoso, eu gostava mas quando percebia ja tava dando uma "patada" nele, mesmo assim ele andava bem paciente.
  • Luan: sinta-se em casa.
  • Eu: é temporario.
  • Luan: eu queria saber mais sobre ele ver fotos dele pequeno.
  • Eu: qualquer dia desses eu mostro. Cê num vai mais voltar a fazer shows nao?
  • Luan: vou. Queria ta hoje aqui em casa pra recebe-lo, mas amanha viajo.
  • Davi ficou feliz em saber qur ia pra casa, ainda mais quando soube que ia pra casa do pai. Ele ia ter o pai e a mae juntos pela primeira vez.
  • Davi: a gente vai morar aqui mamae?
  • Eu: por um tempo.
  • Davi: eeeeeeh.
  • Alem de toda familia Puff veio recebe-lo.
  • Davi: mamae eu posso brincar com ele?
  • Luan: pode, vem ca passar a mao nele.
  • Puff late e Davi se assusta.
  • Luan: nao fica com medo. Ele é seu tambem.
  • Davi: serio?
  • Luan: serio. Ele é da familia e o que é o do papai é seu tambem.
  • Davi ficava encantado com tudo principalmente com os violões e os jogos de video game. Pareciam que se conheciam a vida inteira.
  • Eu: vamos dormir?
  • Davi: ja?
  • Eu: cê ta caindo de sono, nem dormiu hoje e tem que descansar saiu hoje do hospital.
  • Davi: mas eu to bem.
  • Eu: to vendo. Mas cê vai ter outros dias pra brincar.
  • Davi: a gente vai brinca mais amanha papai?
  • Luan: vamo sim.
  • Eu: cê num ia viajar.
  • Luan: so vou a tarde a gente brinca pela manha.
  • Eu: ta vendo. Agora vem que mamae vai colocar você pra dormir.
  • Davi: canta pra mim.
  • Luan: claro.
  • Eu: primeiro vamos trocar essa roupa, escovar os dentes, dar boa noite a todos e ai Luan coloca você pra dormir.
  • Davi: eu quero os dois.
  • Sim, quem seria o melhor cupido que Davi. Aos poucos ele ia juntando a gente.
  • Eu arrumei Davi dei boa noite a todos e fiquei observando Luan cantar pra ele. Pensei que ele ia fazer a maior farra e acabar despertando, mas Luan foi bem cuidadoso cantou musicas bem suaves e ele adormeceu sem pestajenar.
  • Eu: bom trabalho.
  • Acho que foi a primeira coisa boa que falei pra Luan desde que nos reencontramos.
  • Luan: ta com sono?
  • Eu: nao. Mas tem que dormir ce sabe ele acorda cedo.
  • Luan: mas tem dois minutinhos pra mim?
  • Eu: ele pode acordar.
  • Luan: a gente pode conversar em outro lugar.
  • Eu: melhor hoje nao.
  • Eu sei que nao ia poder fugir pra sempre ainda mais na casa dele, mas essa nao era hora, eu tava cansada e emotivamente abalada podia fazer e dizer coisas que nao devia.
  • Tava cansada mas sem sono, chamei o Lucas no whats e a gente bateu aquele papo, mas ele foi resolver um negocio rapido e eu acabei adormecendo. Acordei com Davi me chamando.
  • Eu: oi amor.
  • Davi: cade o papai?
  • Eu: deve ta dormindo, ainda é cedo. Vem deita aqui com a mamae.
  • Davi: ele ta aqui?
  • Eu: ta, ta no quarto dele.
  • Davi: eu quero ver ele.
  • Eu: mas ele ta dormindo.
  • Davi: so um minutinho.
  • Davi era muito teimoso e quando colocava algo na cabeça era dificil tirar.
  • Eu: vamo, mas nao acorda ele viu?
  • Ele balançou a cabeça que sim. Todos ainda dormiam. Fui ate o quarto de Luan com Davi no colo, olhei pra um lado e pro outro e tentei abrir a porta, nao tava trancada. Abri devagar e entrei.
  • Eu: ta vendo ele ta dormindo.
  • Davi: vamo chegar pertinho?
  • Eu: nao. Vamo la pro nosso quarto.
  • Davi: deixa eu dar um beijinho nele.
  • Coloquei Davi no chao e fiquei olhando aquele corpo que um dia foi meu. Ele tava tao diferente, nao era mais aquele moleque era um homem, sem perceber fui chegando perto. Davi chegou no ouvido do Luan e falou bem baixinho...
  • Davi: papai ta dormindo?
  • Eu: Davi? Vem vamo bora.
  • Luan: Davi?
  • Davi: olha mamae ele ta acordado.
  • Luan se senta na cama e eu fico paralizada olhando o peitoral dele.
  • Davi: a gente pode dormir aqui?
  • Eu: desculpa, ele queria ver se cê tava aqui mesmo.
  • Luan: deita aqui. - bate na cama.
  • Davi: e a mamae?
  • Luan olha pra mim e da um sorriso convidativo.
  • Eu: eu vou é pra cama. Vai ficar ai?
  • Luan: fica aqui ate ele dormir.
  • Eu: nao.
  • Dou as costas e saiu. Deito e fico louca pra ir la. Viro pra um lado e pro outro e nada de dormir. Arrumo a desculpa de olhar se Davi dormiu e vou no quarto de Luan. Bato na porta e ninguem responde. Eles deveriam ta dormindo, ao inves de voltar pro quarto entrei.
  • Davi tinha dormido mas Luan tava acordado.
  • Eu: vim ver se ele tava dormindo.
  • Luan: vem ca.
  • Eu: vou deixar você dormir.
  • Luan se levanta de vagar. Nao teve como nao perceber que ele tava so de cueca.
  • Eu: da pra vestir alguma coisa?
  • Luan: nao tem nada aqui que ce num conheça bem.
  • Ele foi se aproximando e eu andando pra traz ate bater na porta. Me veio varias lembranças e ate senti meu corpo pedi o dele, antes que fizesse besteira abri a porta e fui pro quarto, passei um.bom tempo me segurando pra nao voltar la. Afinal o que Luan queria levantando so dd cueca e vindo em minha direçao?
  • Perco a noçao da hora e acordo com Davi e Luan do meu lado.
  • Eu: que susto. Que horas?
  • Davi: cê dormiu demais mamae. A gente ja comeu.
  • Eu: serio? E ele comeu direitinho?
  • Luan: nao se preocupa minha mae fez tudo que ele queria.
  • Eu: que vergonha, geralmente acordo quando ele acorda. Faz tempo que cês tao ai?
  • Davi balança a cabeça que sim.
  • Eu: por que nao me chamou?
  • Davi: papai queria ver você dormir, disse que era que nem a princesa dos filmes. Eu disse pra ele beijar que você ia acordar.
  • Eu: que? Nao Davi. A gente nao pode saie beijando o outro assim. Da licença Luan que vou tomar um banho e me arrumar.
  • Luan: vem filhao vamo tomar um banho de piscina?
  • Eu: eu nao sei se ele ja pode?
  • Luan: nao vou deixar ele pular na agua.
  • Eu: mesmo assim.
  • Luan: entao vamo jogar video game?
  • Davi: vamoooos.
  • Eles sairam e eu fiquei a pensar " sera que Luan ainda me ama? Sera que ele quer voltar?"
  • Continuaa

AMOR E ODIO - PARTE 31

  • Depois de incansaveis horas começamos a nos reversar.
  • Iamos em casa tentavamos dormir um pouco, comer algo e la estavamos novamente. Pam e Lucas sempre ao meu lado, a familia de Luan sempre ao lado dele.
  • Nunca ficavamos sozinhos.
  • Graças a Deus Davi estava reagindo bem, mas ainda nao tinha acordado. Os medicos acharam melhor poupar ele e deiram em coma induzido.
  • Lucas: Pam eu preciso ir.
  • Pam: eu entendo. Vai la. Obrigada por tudo.
  • Lucas se despede de mim apesar de me sentir mais confortavel com ele do lado eu entendo que ele nao pode parar a vida dele.
  • Bruna: Pam se quiser ir tambem nao se preocupe a gente fica com a (seu nome).
  • Pam era tudo pra mim, mais que uma amiga, uma irmã, mas a vida dela tinha que seguir ainda mais agora... ela tinha ganho uma bolsa pra ir pro exterior. Ela precisava agilizar tudo, nao queria me deixar muito menos a Davi, mas ficar ali nao mudaria nada no quadro de Davi. Aos poucos mae dela me contou.
  • Eu: fico feliz por ela tia, ela ta crescendo. Eu queria muito ela aqui, mas entendo que precise ir. Davi ta bem e eu tambem.
  • Sem eu saber Pam e a mae falaram com os pais de Luan pra me darem todo o apoio, contou tudo o que aconteceu nesses anos e eles me acolheram de braços abertos.
  • Finalmente Davi acordou : D
  • Eu: Luan. Ele nao sabe que você é pai dele.
  • Luan: mas...
  • Eu: ele te chama de papai desde sempre, ele sempre viu seus dvds, mas eu... eu nunca tive coragem de explicar a ele. Nao sei exatamente que passa naquela cabecinha, ele ainda nem fez 5 anos Luan: cê ta querendo dizer o que com isso?
  • Eu: vai com calma. Quando ele sair daqui eu explico tudo.
  • Luan: ele nao precisa de explicacao ele precisa sentir que eu to aqui amo demais ele.
  • Eu: desculpa - sussurro- desculpa por...
  • Luan: por ter roubado meu filho? Por ter nao so impedido a ele de saber o que ter um pai mas como a mim de saber que tenho o que mais sonhei na vida?
  • Ele podia ter razao em tudo, mas nao sabia o quanto sofri tambem, ele deveria entender.
  • Enfermeira: nao briguem aqui. Daqui a pouco vocês vao poder entrar e ver o filho de vocês mas vocês tem que estar calmos senao os medicos nao liberam a visita.
  • Afasto-me um pouco pra poder me acalmar e em poucos minutos eu estava ali diante do meu pequeno rei Davi. Ainda emcionada, mas controlada, explico a ele o que tinha acontecido, mas digo que vai ficar tudo bem, apesar de ainda ta na uti ele parecia ja estar bem ativo o que foi um alivio pra mim.
  • Eu: amor cê lembra do Luan?
  • Ele franze a testa como se tivesse pensando, isso ele fazia igual ao pai.
  • Eu: o cantor do dvd... o pa...
  • Davi: O papai? - pergunta euforico.
  • Eu: é, mas se acalme.
  • Sabia que ele gostava de Luan mas nao imaginei o que ele amasse assim, quando falei "papai" o coraçaozinhondele chegou a disparar e fiquei preocupada com esse encontro.
  • Eu: entao. Ele veio te ver.
  • Davi: serio? Eu ver ele quando?
  • Eu: daqui a pouquinho quando a mamae sair.
  • Eu vejo os dele brilhando um sorriso tao grande, fofo e ingenuo a se abrir de tanta felicidade.
  • Eu: eu vou chamar ele ta? Mamae te ama.
  • Davi: te amo mamae.
  • Ele fica ansioso, quando saiu encontro Luan mais ansioso ainda.
  • Eu: Luan, eu falei que você ia entrar. Qualquer coisa chama os medicos por favor.
  • Luan: claro. Mas por que?
  • Eu: ele ta ansioso pra te conhecer.
  • Revejo aquela cena, o mesmo brilho no olhar e o sorrisao mas agora no rosto de Luan.
  • Peço pra ficar na sala, mas Luan queria um primeiro encontro sozinho, entao olho pela janela e que cena mais linda...
  • Davi: papai?!
  • Luan: oi meu amor.
  • Luan nao aguenta e chora, passa a mao na cabecinha dele e o beija.
  • Luan: papai te ama. Entende isso?
  • Davi apenas sorria sem acreditar que aquele homem tava ali.
  • Luan: cê é forte hein campeao?
  • Davi: como é que ce ta aqui?
  • Luan: como assim?
  • Davi: cê saiu da tv?
  • Luan ri: mais ou menos.
  • Luan passava a mao nele sem acreditar que tava diante do filho, queria abraça-lo, colocar no colo mas ainda nao podia.
  • Luan: cê sabe quem eu sou?
  • Davi: o papai.
  • Luan: o seu papai. Sabe o que é isso? Sabe o que significa?
  • Davi: sei. Meus amiguinhos tem mamae e papai. Cê é como a mamae mas é menino.
  • Luan sorri todo bobo. E a lagrima escorre outra vez.
  • Davi: nao chora. Eu to bem, mamae disse que logo logo eu vou sair daqui. Cê ainda vai ta aqui?
  • Luan: eu vou ta sempre do seu lado. Nunca mais a gente vai se separar.
  • Davi: obaaa!
  • Luan precisava sair, as visitas ainda eram breves.
  • Luan: eu tenho que ir, mas to ali na sala do lado com a mamae ta bom? Papai te ama.
  • Davi: eu te amo papai.
  • Davi estica os braços e mesmo por cima de aparelhos, um leve e primero abraço aconteceu.
  • Luan saiu do quarto um novo homem, um pai.
  • Luan: pai ele é tao esperto e diss que sabia quem eu era e que me ama.
  • Seu Amarildo o abraçou e parabenizou. Eu fiquei de escanteio vendo tudo e dona Marizete se aproximou de mim.
  • Mari: nao se sinta excluida você é da familia. É um momento tao lindo esse
  • Eu: desculpa por tudo. Me sinto culpada por ele ter essa familia linda de vocês, ainda bem que ele teve a Ana ( mae da Pam) porque se nao ele tambem nao saberia o que é ter uma vó.
  • Mari: eu entendo que nao foi facil, sua mae, me desculpe mas é uma bruxa fui la atras de você quando soube de sua gravidez e ela disse que você tinha casado. A culpa nao foi toda sua, você era muito jovem se sentindo acuada e rejeitada pelos pais e pelo Luan que nao te deu chances de explicacoes.
  • Eu: obrigada.
  • Mari: agora a gente vai ter todo o tempo do mundo pra ama-lo e mima-lo.
  • Eu: que?
  • Mari: Ana disse que daqui uns dias Pam ta de mudança e ela vai voltar pra Campo Grande. Cês vao ficar la em casa.
  • Eu: nao.
  • Mari: cê nao tem condicoes de ficar sozinha com ele.
  • Eu: mas la nao é nosso lugar.
  • Mari: você ate pode achar que nao é o seu, mas é o de Davi.
  • Eu: cês nao podem roubar ele de mim.
  • Mari: ninguem vai fazer isso por isso cê vai com ele.
  • Eu: eu nao vou ficar na mesma casa que Luan, eu voltar pra Campo Grande com a tia.
  • Mari: você ja nos privou todo esse tempo, nao justo que va embora agora. Nao justo com Luan nem com Davi. De uma chance a vocês
  • Eu: eu nao amo mais o seu filho. Eu o odeio.
  • Mari: o odio e o amor caminham juntos as vezes a gente nao consegue distinguir por orgulho.
  • Continuuua

Cara to morrida aqui com essa mensagem que recebi no tumblr ♥_♥ meus chats é assunto entre amigas ♥♥♥♥ tem coisa mais gratificante? #obrigada minha linda, minha fã ^-^


Continua nega, pelo amor de Deus
coisa-de-cinema

vou postar a parte 31 e assim que der eu faço mais e posto :D


Continuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuua
Anônimo

OBRIGADA PELA PRESENÇA DE VCS <3


Há 2 dias 0 notas · reblog
Continua nega pff
marianasantana17

:D


Continuaaaa plmdds, pfv
loveluanetecomorgulho

:D


Continuuuuuuaaa
fanaticapor-ele

:D